Adriane Silva
Publicitária, letrada, empresária, blogueira, atriz, modelo e dançarina! Viciada em noites de videogame com um bom vinho, gosto de aproveitar a tecnologia em todas as horas do dia, no trabalho e no lazer.

Golpe do boleto e spams financeiros aumentam em todo o Brasil. Como evitá-los?

O aumento foi de 42% de boletos falsos e golpes que ocorreram no Brasil em relação a 2018, no site do Reclame Aqui. E mesmo com atenção e com conhecimento para não cair em fraudes, a estatística está aí para provar que cada vez mais pessoas e empresas estão caindo em golpes financeiros no mundo digital.

Não importa o tamanho da empresa, os golpes estão acontecendo cada vez mais por spams, sites falsos e arquivos maliciosos. Por exemplo, boletos falsos enviados por e-mails corporativos, com logos reproduzidas, links de sites não originais, entre outras fraudes. A diferença é que essa pegadinha acaba com o seu dinheiro no bolso do ladrão.

Se você ou a sua empresa ainda não caíram em fraudes financeiras, é bom se preparar porque pode acontecer com qualquer um, a qualquer momento e as consequências são gigantescas. Para que isso não aconteça, mostrarei alguns passos para seguir e proteger a empresa.

Passo a passo para não cair em um golpe financeiro

1º PASSO
Geralmente as instituições como BANCOS e ORGÃOS governamentais não enviam cobrança, alerta ou recadastramento por e-mail. Esses procedimentos são feitos pessoalmente, por isso sempre suspeite quando receber algo do tipo e entre em contato com a gerência do banco. Isso só acontece quando for pedido pelo próprio cliente.

2º PASSO
Cheque o e-mail de quem mandou a mensagem, alguns spams se entregam pelo falso nome do remetente;

3º PASSO
As empresas privadas também não costumam enviar e-mails com cobranças, a não ser que seja no dia estipulado pelo próprio cliente previamente. Caso receba e ache suspeito, confira se a URL do site original é igual à do e-mail, e entre em contato com a empresa para confirmação.

4º PASSO
Verifique se os números do boleto são iguais e reais. Estamos falando do número de cadastro, pois cada banco possui uma identificação e é ele quem emite os documentos. Se estiver diferente já fique atento (a), ou se tiver dúvida do número do banco é só pesquisar na tabela da Federação Brasileira dos Bancos. Atente-se também ao valor do documento, número da agência e o código do cedente não podem estar diferentes.

5º PASSO
Assim que for efetuar o código de barras no caixa eletrônico, mobile bank ou internet bank, verifique se os dados do beneficiário estão corretos, para concluir ou não a operação.

6º PASSO
Todos nós estamos suscetíveis a cair em fraudes, por isso é tão importante ter soluções de segurança nas empresas. Quando se fala em proteção para e-mails e armazenamento, é indicado que tenham cada vez mais camadas de segurança como o Kaspersky for Office 365. O KS for O365 é uma ótima opção para que os e-mails maliciosos não cheguem na caixa de entrada do e-mail corporativo. São blindados antes mesmo disso, acabando com spams e envios de malwares sem que os funcionários possam clicar ou serem enganados.

Técnicas Avançadas Kaspersky

Se mesmo assim, você sofrer essa fraude, não conseguiu evitá-la… entre em contato imediatamente, registre uma ocorrência frente aos órgãos de segurança, na delegacia da Polícia Civil ou pela internet. É muito importante também reunir o máximo de provas possíveis como fotos, URLs, prints e boletos que serão a prova do crime.